× Contact Telefone:
+46(0)10-1307500
E-mail:
contact@industrilas.com

Material e processos

FAZENDO DO JEITO CERTO

O projeto e a fabricação de nossas soluções envolvem muitos materiais diferentes, produzidos e tratados de várias maneiras. A seguir, reunimos alguns dos materiais e processos mais comuns, como um glossário.

Caso você tenha alguma dúvida, não hesite em entrar em contato conosco.

AÇO INOX ANTICORROSIVO

O aço inox anticorrosivo contém ferro e cromo e, adicionalmente, uma concentração de níquel e/ou manganês, bem como quantidades menores de outros metais como molibdênio, nióbio e titânio.

O aço inox anticorrosivo é usado em ambientes com exposições químicas mais desafiadoras, como um ambiente marítimo e quando os itens entram em contato com ácidos.

A liga de aço contendo cromo e níquel também é conhecida como aço níquel-cromo.

Se nada mais for declarado, a classificação Aço inox anticorrosivo refere-se à norma europeia EM 1.4404, que corresponde à norma AISI 316L do American Iron and Steel Institute.

ALUMÍNIO

O alumínio é frequentemente considerado um metal não corrosivo, mas isto não é totalmente exato. O alumínio corrói, mas entre os níveis de pH 4 e pH 9 forma uma película de óxido passivo que protege o material. Fora destes níveis de pH, o alumínio corrói rapidamente.

As ligas corroem mais rapidamente do que o alumínio puro, e a corrosão mais rápida ocorre quando há a presença de cobre. Entretanto, o alumínio pode suportar ácido sulfúrico, nitratos e ácido acético graças à formação de uma película de óxido passivo ou acetatos que isolam o alumínio da substância oxidante.

Ao contato com outros metais, pode ocorrer corrosão se o ambiente estiver úmido. Isto é verdade, por exemplo, no contato com cobre ou ferro.

O contato com o aço inoxidável é, por outro lado, inofensivo em condições normais.

O estoque de produtos Industrilas oferece opções de dobradiças e varões feitos de alumínio. 

ANODIZAÇÃO

A anodização transforma a camada superficial de um metal em um óxido insolúvel que proporciona proteção contra corrosão, superfícies decorativas, boa aderência para esmaltes e outros tratamentos superficiais, assim como certas características elétricas e mecânicas.

O alumínio é o metal mais comum para anodização, mas o magnésio, o zinco e o titânio também são utilizados para este fim. A solução eletrolítica consiste em ácido sulfúrico diluído ou ácido cromo.

Biomaster

As substâncias antimicrobianas reduzem a presença ou destroem micróbios, como bactérias e fungos. A proteção fornecida pela substância contida no Biomaster garante proteção antimicrobiana rápida e eficaz durante a vida útil ativa do produto, mantendo limpas as superfícies tocadas com elevada frequência e reduzindo a contagem de bactérias e o risco de contaminação cruzada. O Biomaster é adicionado ao revestimento em pó e pode ser facilmente incorporado em qualquer plástico, têxtil, papel, tinta ou película.

BONDERITE NT

Este é um método moderno de pré-tratamento para itens revestidos a pó.

O método é baseado na nanotecnologia e é um processo multimetálico adaptado principalmente para o zinco, alumínio e aço.

Este processo oferece melhor proteção contra corrosão em comparação, por exemplo, com a fosfatização de ferro, bem como excelente aderência para aplicação de pó.

As quatro etapas de enxague garantem uma melhor estabilidade do processo. A osmose inversa é usada para desionizar a água, o que envolve uma técnica de membrana que requer um uso mínimo de produtos químicos. 

LATÃO

O latão é uma liga de cobre com zinco. Outros elementos também podem estar presentes na liga. Entretanto, o latão mais comum consiste em 65% de cobre e 35% de zinco.

A Industrilas utiliza principalmente latão para alojar porcas, miolos para chave, chaves, placas e artigos de dobradiças.

CROMAGEM 

A cromagem é geralmente feita nos produtos metálicos da Industrilas para proporcionar uma superfície dura e proteção contra corrosão.

O método também pode ser utilizado para fins decorativos, pois podem ser obtidas diferentes cores, dependendo da concentração de cromato no banho:

  • brilhante metálico
  • azul-claro
  • amarelo
  • verde
  • bronze
  • preto

Os banhos contêm, entre outras coisas, ácido crômico, cromatos, cianetos e ácidos.

AÇO PARA CONSTRUÇÃO

As características distintivas dos aços de construção geral são sua tenacidade e boa resposta à soldagem. Estes materiais receberam maior capacidade de corte através de trabalho a frio e/ou aditivos de chumbo. O S235JR (SS 1312) caracteriza barras planas e redondas trefiladas a frio com bom acabamento superficial que são fáceis de trabalhar e soldar.

Os aços para construção são utilizados principalmente em itens com exigências moderadas de resistência.

A Industrilas utiliza o S235JR (SS 1312), por exemplo, em linguetas, se nada mais for declarado.

COBRE

O cobre é 100% reciclável sem perder nenhuma de suas propriedades. De acordo com dados recentemente adquiridos, 34% das 22 milhões de toneladas de cobre utilizadas globalmente a cada ano provêm de material reciclado.

A vida útil dos diferentes produtos de cobre varia muito, desde 100 anos ou mais em edifícios, até apenas alguns anos em equipamentos eletrônicos. No ar úmido, especialmente com a poluição do ar presente, acumula-se uma película de oxidação marrom, que mais tarde se transforma em uma pátina verde. Esta fina camada protege contra corrosão adicional.

As ligas comuns de cobre são o latão, o bronze e a placa de prata.

A Industrilas utiliza cobre principalmente em artigos pedidos sob encomenda.

REBARBAMENTO

O rebarbamento é realizado para remover rebarbas, suavizar bordas, eliminar escamas de forja ou melhorar a qualidade da superfície dos objetos.

Os itens são colocados em um tambor rotativo ou em um recipiente vibratório e circulam através da máquina “somente com as peças” ou com a adição de chips abrasivos.

O processo de rebarbamento pode ser realizado úmido (mais comum) ou seco. Durante o tamboreamento úmido, água ou óleo é utilizado com adição de produtos químicos chips abrasivos, que podem consistir em óxido de alumínio, carboneto de silício, aço, etc. 

DESENGRAXE

O tratamento de superfície é frequentemente a última etapa do processo de fabricação, que geralmente foi precedido por alguma forma de trabalho mecânico onde o óleo foi utilizado para lubrificação ou resfriamento. O óleo também pode ser usado como proteção anticorrosiva durante o armazenamento temporário dos itens.

A limpeza de peças alcalinas e ácidas, ou desengraxe com um solvente (tricloroetileno) é realizada para remover óleos, graxas, etc., da superfície do item antes do estágio final do tratamento de superfície (ver lista acima).

Pelo mesmo motivo, a imersão é empregada para remover escamas de forja, películas que soltam, ferrugem e outros tipos de camadas de oxidação. A imersão é normalmente realizada submergindo o item em um ou mais ácidos, mas também podem ser usados sais alcalinos de formação complexa e pastas para imersão. (Pode ser feita até a imersão em eletrolítico.)

DELRIN

Delrin é o nome comercial do Polioximetileno (POM) de um fabricante específico.

Este é um plástico que é frequentemente usado como substituto para artigos de metal. As principais características são baixo peso, baixo atrito, durabilidade e pode ser usado em temperaturas de até 90 ˚C.

Alguns pinos de dobradiças no estoque de produtos Industrilas são feitos de Delrin/POM.

REVESTIMENTO EM BANHO ELETROLÍTICO E-COAT

O revestimento em banho eletrolítico é uma alternativa ao revestimento em pó. Este revestimento é usado quando as tolerâncias exigidas são muito precisas.

O revestimento em banho eletrolítico é um polímero acrílico/uretano aplicado catodicamente através de eletroforese. A superfície se torna decorativa com um brilho relativamente alto. O revestimento em banho eletrolítico pode ser aplicado em aço, alumínio, zinco fundido sob pressão, aço galvanizado a quente, superfícies de aço galvanizado eletroliticamente, etc.

O método torna possível cobrir o metal com uma camada superficial regulada uniformemente e extremamente fina (aproximadamente 20 a 22 μm) com excelente aderência a toda a superfície. A camada de revestimento resistente aos raios UV não possui poros e oferece excelente proteção contra corrosão, bem como grande resistência ao desgaste.

O revestimento em banho eletrolítico foi classificado pelo Conselho Sueco de Saúde e Segurança Ocupacional como um dos procedimentos de revestimento mais ambientalmente conscientes disponíveis.

A Industrilas inclui o revestimento em banho eletrolítico como uma alternativa de tratamento de superfície para uma série de itens no estoque de produtos. 

EPDM

A borracha EPDM (etileno-propileno-dieno classe M) é um elastômero caracterizado por sua ampla gama de aplicações.

A borracha EPDM é utilizada na Industrilas para diferentes tipos de tiras, vedantes e gaxetas. Ele apresenta boa resistência à água e aos alcoóis, mas não ao óleo, à gasolina e aos ácidos concentrados.

VEDAÇÃO MOLDADA NA PEÇA (FIPFG)

Como parte do desenvolvimento do produto na Industrilas, um número crescente de produtos contém uma vedação esponjosa moldada na peça chamada FIPFG (Formed In Place Foam Gasket – vedação de espuma formada no local), também conhecida como  “PUR” (vedação de poliuretano). O método envolve a aplicação robótica na peça de uma fina camada de poliuretano líquido bicomponente. À medida que a vedação cura, ela também se expande, tornando-se uma vedação unida à peça flexível e esponjosa, que oferece uma barreira confiável contra a influência de elementos externos.

A vedação moldada na peça simplifica a montagem, reduz o número de itens soltos e oferece melhor vedação. O poliuretano também está disponível em versões especiais para obter aprovação para uma norma UL específica ou para a norma VDI 6022.

VEDAÇÕES PLANAS

Uma vedação plana é aplicada entre, por exemplo, a fechadura e a porta de uma caixa de monitor, a fim de obter o IP65 nos produtos Industrilas.

A vedação plana é feita de uma mistura de NBR (Nitrile Rubber – Borracha nitrílica) e SBR (Styrene-Butadiene Rubber – Borracha de estireno-butadieno). Tem boa resistência a produtos químicos e óleos.

A vedação também pode ser trocada por outros materiais para obter aprovação para uma norma UL específica ou para a norma VDI 6022.

AÇOS DE CORTE LIVRE

A principal exigência desses aços é uma boa capacidade de corte. A velocidade de corte precisa ser mantida o mais alta possível. A forma das limalhas precisa ser curta para facilitar o seu transporte para longe do ponto de corte.

A Industrilas utiliza 11SMnPb30 (SS 1914) em, por exemplo, varões como estoque padrão. 11SMnPb30 (SS 1914) caracteriza um aço de corte livre de liga de chumbo de resistência moderada. Sua capacidade de corte é excelente, e produz limalhas curtas. Ele precisa ser trabalhado em alta velocidade de corte para obter os melhores resultados.

GF 30

Poliamida reforçada com fibra de vidro (com 30 % de adição de fibra de vidro). Ver também Plásticos de Poliamida (PA).

APLICAÇÕES HIGIÊNICAS

Estas aplicações se referem às normas “EN ISO 14159 – Segurança de máquinas” e “Requisitos de higiene para o projeto de máquinas (ISO 14159: 2002)”; versão alemã; “EN ISO 14159: 2008”.

Um “projeto higiênico” é um projeto de design que facilita a limpeza de peças, componentes e equipamentos de produção. No projeto estrutural são levadas em conta as exigências de facilidade de limpeza, para que se evitem áreas em que a sujeira possa se acumular e possa representar um risco para o produto (por exemplo, alimentos).

Além disso, o projeto do produto deve facilitar uma limpeza eficaz e simples das peças, e muitas vezes elas são feitas de materiais que podem resistir a desinfetantes e a outras formas de desinfecção de máquinas, por exemplo, vapor. O design higiênico é um elemento importante para garantir a qualidade dos alimentos.

A Industrilas fornece travas para carcaças ou invólucros de máquinas que atendem às exigências do padrão de higiene acima.

Um exemplo de produto é nossa trava higiênica de um quarto de volta em aço inoxidável. Clique no botão para dar uma olhada

CLASSIFICAÇÕES IP DA INDUSTRILAS

IP54 = Protegido contra poeira e à prova de respingos – esta é considerada a norma padrão.

IP65 = À prova de pó e de jato de água – a classificação mais alta de proteção contra intrusão é obtida pela vedação, por exemplo, de uma carcaça de trava com um O-ring e uma vedação plana avulsa ou moldada na peça. Também deve ser mencionado que a Industrilas possui algumas outras classificações especiais. De notar são os produtos utilizados em aplicações de alta higiene, por exemplo, quando nossos produtos são utilizados na indústria alimentícia:

IP69K = Impermeável, à prova de poeira e protegido contra jatos de água a alta pressão e alta temperatura.

CLASSIFICAÇÕES IP DE VEDAÇÃO

O escopo da Industrilas apresenta duas classificações principais de proteção contra a entrada de objetos sólidos.

Se um produto for classificado para vedação com IP65, ele foi testado por um laboratório independente, ou o produto é tão semelhante em construção a outro produto testado que poderia ser classificado com segurança como IP65. Entretanto, deve-se observar que é o produto completo que é classificado para proteção contra a entrada de objetos sólidos, incluindo o gabinete ou produto no qual o item está embutido.

A Industrilas só pode garantir que seus produtos atendam às normas IP declaradas se esses produtos forem construídos e utilizados de forma correta.

A classificação IP é designada por dois numerais, com o seguinte significado:

  • O primeiro número indica o grau de proteção contra o toque e objetos intrusivos.
  • O segundo número indica o grau de proteção contra a entrada de água.

Quanto maior o número, melhor será a proteção.

CLASSIFICAÇÕES DE VEDAÇÃO NEMA

Na América do Norte, a proteção contra a entrada de objetos sólidos é classificada de acordo com as normas da NEMA (National Electrical Manufacturers Association). Se um produto Industrilas é classificado para vedação conforme a NEMA 4, ele foi testado por um laboratório independente, ou o produto é tão semelhante em construção a outro produto testado que poderia ser classificado com segurança como NEMA.

O IP65 corresponde aproximadamente ao NEMA 4, mas as classificações não são diretamente equivalentes entre as duas normas. 

NIQUELAGEM

Este processo é utilizado principalmente em superfícies decorativas e para proteção contra corrosão, mas também como substrato para cromo, ouro e prata. Os banhos geralmente consistem de sulfatos, cloretos e ácido bórico (= solução de Watt).

O-RING

Os O-rings são frequentemente usados para vedação entre a maçaneta e o inserto ou carcaça, a fim de obter a classificação de vedação IP65 nos produtos Industrilas.

Os O-rings utilizados pela Industrilas são frequentemente feitos de NBR (Nitrile Rubber – Borracha nitrílica), um material com boa resistência química e muito boa durabilidade do óleo. Também podemos fornecer produtos com O-rings feitos de outros materiais para além de NBR se você precisar de um produto para obter a aprovação UL, etc.

PASSIVAÇÃO

Este é um processo pelo qual uma camada protetora é obtida sobre metais, especialmente aço inoxidável e cobre, através da submersão em uma solução ácida.

FOSFATIZAÇÃO, um processo alcalino que é realizado para fornecer proteção contra corrosão, uma base para a camada de verniz, proteção contra corrosão sob uma camada e/ou para obter lubrificação. São principalmente o ferro e o zinco que recebem um revestimento de fosfato.

Os métodos mais comuns de revestimento com fosfato são, de acordo com o conteúdo dos banhos, ferro, zinco e manganês, e geralmente acontecem por pulverização ou submersão. 

MOLDAGEM POR INJEÇÃO DE PLÁSTICO

A moldagem por injeção é um processo de fabricação de artigos em vários termoplásticos, ou plásticos que se tornam líquidos a altas temperaturas. A máquina consiste em uma unidade de injeção e uma unidade de fechamento do molde, com um molde exclusivo para cada produto ou ferramenta. A unidade de injeção é alimentada com plástico retificado através de um funil que leva a um cilindro aquecido. O ponto de fusão é geralmente entre 175˚ e 300˚ centígrados.

O plástico fundido é empurrado para frente com um parafuso que também funciona como um pistão. O plástico derretido é repartido e injetado no molde em um processo intermitente. O molde é mantido fechado até que seja preenchido com plástico suficiente e até que a pressão correta tenha se acumulado (50 a 150 MPa). Agora, o plástico é resfriado, o molde é aberto e a peça é removida, onde depois o processo é repetido.

A temperatura do plástico fundido, a pressão na unidade de injeção, a temperatura do molde, o período de resfriamento e as dimensões e o design do próprio molde são fatores importantes.

PLÁSTICOS POLIAMIDA (PA)

Os produtos Industrilas também são fabricados por meio de Poliamida 6 moldada por injeção.

A indústria automobilística e os fabricantes de eletrodomésticos e equipamentos de escritório são os principais usuários de PA, devido às suas características:

  • resistência ao desgaste e à fadiga
  • dureza
  • resistência aos compostos inorgânicos, óleos, graxas lubrificantes, gasolina e solventes orgânicos
  • podendo ser esterilizado com vapor
  • além de ter um baixo coeficiente de atrito.

A Poliamida 6 (PA6) padrão da Industrilas é modificada para resistência com várias quantidades de reforços de fibra de vidro, geralmente 30% (GF30), para otimizar ainda mais as características do produto.

A Industrilas escolheu a PA6 particularmente por sua alta resistência ao impacto e suas boas características mecânicas. A faixa de temperatura para uso dos itens feitos de PA6 é de -30˚ a +70˚ centígrados.

A Industrilas também faz moldagem por injeção de itens de outros plásticos, tais como PC, POM, ABS, PP, PE e PS. Carcaças, insertos, maçanetas, chaves e dobradiças são todos exemplos de produtos fabricados com PA, embora todos esses itens também estejam disponíveis em outros materiais.

REVESTIMENTO A PÓ

O objetivo da Industrilas é dominar o maior número possível de processos de produção e, consequentemente, também obteve a capacidade interna de revestimento a pó.

A escolha do método é baseada em vários critérios, priorizando a qualidade do produto e as preocupações ambientais. O método de preparação é com Bonderite, e a aplicação do pó é feita em uma câmara com equipamentos modernos de aplicação que carregam o pó eletrostaticamente.

O pó aplicado é especialmente formulado para revestimento de artigos porosos, tais como aço fundido ou zincado, onde o risco de formação de bolhas e furos de pino é predominante durante o processo de têmpera.

O pó padrão da Industrilas contém poliéster como agente adesivo, o que torna os produtos acabados extra resistentes ao branqueamento pela luz solar. Após o revestimento, o pó é curado por 20 minutos em um forno aquecido eletricamente. As vantagens de um forno elétrico são principalmente uma maior estabilidade do processo, e um processo de revestimento menos sensível de, por exemplo, itens de cor clara. 

PVC

O cloreto de polivinila (PVC) é um dos tipos mais comuns de plástico. É um polímero termoplástico feito de várias moléculas de cloreto de vinila conectadas, e constitui um dos plásticos básicos. Entretanto, um material que contém apenas cloreto de polivinila é bastante rígido, de modo que um agente amaciante é adicionado ao polímero.

O escopo da Industrilas oferece proteção de bordas em PVC e os chamados suportes de certos perfis de vedação.

Silicone

Este é o nome coletivo para polímeros basicamente inorgânicos baseados em filamentos de silício e oxigênio. O silício não conduz eletricidade, não se dissolve na água e é relativamente resistente aos efeitos de produtos químicos.

O estoque da Industrilas oferece perfis de vedação de silicone. Estes são armazenados separadamente e a entrega será feita após consulta com o cliente.

SINTERIZAÇÃO DE METAIS

A sinterização é o processo de compactação e formação de uma massa sólida de material por calor e/ou pressão sem fundi-lo até o ponto de liquefação. O pó metálico é prensado em um molde com a forma do detalhe.

A prensagem produz um chamado “corpo verde” contendo uma grande quantidade de poros. No processo de sinterização, o corpo verde é aquecido de modo que muitos dos poros são fechados e o item assume suas características mecânicas finais.

A sinterização produz superfícies lisas, e itens com formas complexas podem ser fabricados sem a necessidade de muito trabalho adicional. Isto pode ser feito com diferentes materiais, tais como aço inoxidável, etc.

A Industrilas utiliza artigos sinterizados como, por exemplo, rodas dentadas e pinhões. 

SOLID COMPONENTS

Desde 2008, a Industrilas utiliza SolidComponents™. Isto permite aos clientes uma solução de Internet com um catálogo digital de produtos com suporte CAD e acesso instantâneo a modelos CAD 3D de todos os produtos de nosso programa padrão.

O sistema suporta todos os principais sistemas CAD. Para baixar os dados CAD, basta clicar no número da peça e escolher sua plataforma CAD, e o arquivo é gerado imediatamente. Através de um configurador de produtos, você também pode criar seus próprios modelos CAD.

SolidComponents™ é atualmente utilizado por engenheiros de projeto em mais de 140 países, que juntos geram milhões de modelos CAD diferentes a cada ano.

Estes são os formatos suportados em 3D e 2D:

  • SolidWorks Pro/E
  • Sat
  • Step
  • Parasolid
  • Iges
  • Dxf
  • Dwg
  • SOLIDWORKS

Na Industrilas, utilizamos o sistema CAD 3D SolidWorks. Sobre este pilar, temos desenvolvido soluções para aplicações exigentes de travamento, articulação e vedação por mais de 20 anos. Nosso departamento de projeto trabalha com as mais recentes ferramentas de desenvolvimento e simulação, por exemplo, ao projetar dobradiças com múltiplos eixos. 

Todos os nossos recursos combinados estão à sua disposição enquanto o ajudamos a desenvolver produtos que melhor atendam às suas necessidades.

 

AÇO INOXIDÁVEL

Certos ambientes exigentes requerem um material mais durável.

A resistência à corrosão do aço inoxidável vem do fato de o aço ser ligado com cromo. Quando o teor de cromo excede aproximadamente 10,5%, forma-se uma fina película sobre o aço que protege passivamente o aço subjacente de mais oxidação, ou ferrugem. Em caso de danos à superfície do aço, a película superior de óxido de cromo de proteção se forma novamente muito rapidamente.

A Industrilas possui uma grande variedade de versões em aço inoxidável de fechaduras, maçanetas e dobradiças. Se nada mais for declarado, a classificação “Aço inoxidável” se refere à norma europeia EN 1.4301, que corresponde à norma AISI 304 do American Iron and Steel Institute.

V-0

A poliamida utilizada pela Industrilas (PA6) é reforçada com fibra de vidro para aumentar a tenacidade. A quantidade de fibras de vidro varia, mas geralmente é de 30% (GF30).

A poliamida também pode ser modificada para cumprir a norma V-0 de acordo com a UL 94 (inflamabilidade: auto-extinguibilidade da chama em 10 segundos). A Industrilas utiliza o PA6 particularmente devido à sua alta resistência ao impacto e boas propriedades mecânicas.

Ver também “Plásticos de Poliamida (PA)”.

VDI 6022 PARTE 1 (2006-04)

A série de diretrizes VDI 6022 se aplica a todos os sistemas de ar-condicionado, às salas ou áreas comuns em salas destinadas a serem ocupadas por pessoas por mais de 30 dias por ano ou regularmente por mais de duas horas por dia.

Ela se aplica a todos os equipamentos e aparelhos e seus componentes centralizados e descentralizados (também unidades de HVAC, como torres de resfriamento, que afetarão o fornecimento de ar). A Diretiva se aplica também em situações para equipamentos de ventilação de exaustão de ar quando isto pode influenciar o fornecimento de ar ao utilizar trocadores de calor ou similares.

A Industrilas fornece produtos tais como janelas de inspeção para sistemas de ventilação (unidades de HVAC) feitas de materiais com a prova da inércia microbiana exigida de acordo com a VDI 6022. Ver código de índice 5-255. 

ZINCO (ZAMAK 5, Z 410)

O estoque de produtos da Industrilas inclui itens de zinco fundidos sob pressão.

A liga que é utilizada é uma mistura de zinco, alumínio, magnésio e cobre. A Industrilas utiliza a liga “Zamak 5” devido às suas qualidades superiores na combinação de facilidade de fundição e acabamento superficial.

Carcaças, insertos, maçanetas, chaves e dobradiças são todos bons exemplos de produtos aptos para fundição sob pressão, mesmo que todos eles também estejam disponíveis em outros materiais.

Em certos ambientes exigentes, o zinco não é o metal recomendado, como em um ambiente marinho, ou componentes externos de um veículo e situações onde há risco de desgaste mecânico severo.

FUNDIÇÃO SOB PRESSÃO DE ZINCO

A fundição sob pressão é um processo de fabricação que envolve forçar o metal fundido quente na cavidade do molde feita de uma ferramenta que, por sua vez, pode ter vários graus de detalhe de design.

Quando o metal sob pressão se solidifica, ele é ejetado da cavidade do molde e o item é acabado. Após o rebarbamento vibratório e secagem, ele está pronto para tratamentos de superfície.

As principais vantagens da fundição sob pressão são a capacidade de se manter dentro de requisitos dimensionais precisos, fundir itens intrincados com boa resistência e resistência à corrosão e obter um acabamento superficial fino.

ZINCAGEM

Este processo é o método de revestimento metálico mais comum, oferecendo proteção contra corrosão para itens de aço.